Home Dissertações Defesas 2008
Turma 2006
Aldenir Silva da Rocha

REPRESENTAÇÕES SOCIAIS DE ESCOLA E DE FAMÍLIA NA EDUCAÇÃO DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES

Orientador: Prof. Dr. Carlos Alberto Maciel

Resumo: O presente trabalho acadêmico desenvolvido no Programa de Pós – Graduação em Serviço Social, na UFPA, tem como principal objetivo identificar as representações sociais de escola e de família entre educadores e familiares. Para tanto, utilizou-se o referencial teórico de Moscovici, e outros autores sobre Representações Sociais, para a compreensão do processo de construção de idéias e imagens acerca da realidade social. A pesquisa se deu em duas unidades escolares pertencentes à rede municipal de ensino de Castanhal, Estado do Pará: EMEF “Emília Gimennez” e EMEF “Maria da Encarnação”, em que foram entrevistados educadores e familiares dos educandos. Para a análise do material coletado, utilizou-se dos pressupostos da Análise de Conteúdo, preconizados por Bardin, bem como da triangulação metodológica de Spink. Constatou-se que apesar da percepção por parte de educadores e familiares acerca de problemas escolares, há uma incompreensão da função da escola nos dias atuais, bem como das novas composições familiares, por ambos. As representações que esses atores sociais possuem estão associadas a um modelo familiar tradicional. Por sua vez, a organização escolar atual não é questionada sobre sua adequação para os objetivos de formação cidadã e para os desafios colocados por um mundo globalizado. Tais representações dificultam a concretização de uma prática pedagógica a partir da realidade social e voltada para a uma ação educativa crítica e transformadora.

Palavras-chave: Educação. Escola. Família. Infância. Representações Sociais.

Fazer Download

______________

 
Andréia de Souza Bezerra

Das reivindicações sindicais à organização sócio-produtiva no Município de Moju – Pará, nos anos 80/90

Orientador(a): Profa. Dra. Maria José de Souza Barbosa

Resumo: Busca-se, nesta dissertação, entender as novas formas de organizações da produção, surgidas na década de 80 a 90, com o deslocamento das reivindicações estritamente políticas, cuja expressão mostra-se na constituição de políticas públicas na garantia de direitos aos pequenos produtores do meio rural. Como objeto de estudo tem-se o Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Moju, que vem apresentando características peculiares em relação ao acesso a meios de uso comum como potencializador do desenvolvimento local. O sindicato dos trabalhadores rurais articula ações que possibilite ao agricultor familiar organizar processos de cooperação a fim de assegurar a sua perenidade e participar da riqueza constituída coletivamente, uma ferramenta que responsabiliza todos sob uma rede interativa que compõe a produção e reprodução da economia solidária. Dito isto, conclui-se que agricultura é impactada por transformações em sua estrutura de produção e seus sujeitos que se tornam ativos na construção de novas formas de produção com sustentabilidade sócio-econômica e ambiental. Analisar e compreender fatores endógenos e exógenos que tem significado processos de mudança social neste município. Nesta perspectiva, vê-se que aspectos não econômicos, ou seja, cultural, social e políticos aparecem com destaque no surgimento de uma nova mentalidade, cujo eixo é economia solidária como condição de melhoria de vida no campo, tendo em vista a mobilização em torno da implantação de novos equipamentos e serviços coletivos. Observamos ainda a inserção da igreja no processo de organização social dos movimentos sociais. Pode-se dizer que há uma mobilização produtiva dos territórios a partir de uma efetiva participação das redes técnicas, políticas e institucionais na produção de uma dinâmica potencializada pelas organizações sociais de produção. Isto significa que as instâncias locais ganham relevância por constituírem um campo de ação estratégica para criação de um ambiente produtivo inovador, na qual as formas de cooperação e integração das cadeias produtivas e das redes econômicas e sociais se desenvolvem e se institucionalizam de tal modo, que ampliam as oportunidades locais, gerando trabalho e renda sob uma nova configuração.

Palavras-chave: desenvolvimento local, agricultura familiar, cooperação, associação.

Fazer Download

______________

 
Carolina Maria Martyres Venturini

TERRA DE TAUÁ: A IMAGEM FOTOGRÁFICA NA SIGNIFICAÇÃO E RE-SIGNIFICAÇÃO DO RURAL AMAZÔNICO

Orientador(a): Profa. Dra. Valzeli Figueira Sampaio

Resumo: Este estudo propõe conhecer e identificar uma comunidade integrada por famílias agrícolas ribeirinhas da Amazônia e conceituada como tal, por meio de significações contidas em imagens fotográficas das mesmas, de maneira a contribuir com formato diferenciado de observação, pesquisa e análise da predominantemente utilizada nas Ciências Sociais. Enfatiza-se a análise qualitativa e subjetiva de características sócio-culturais para a compreensão do real modo-de-ser-vida e processos de desenvolvimento diante das interculturalidades do espaço / tempo que se faz presente na realidade social rural. Verifica-se que a imagem fotográfica e suas formas de composição imagética em conjunto com determinadas categorias de análise social podem aprimorar o estudo da linguagem cultural de traços específicos de uma comunidade mais próxima à realidade espaço / tempo em que vivem. Espera-se que este estudo revele a importância do instrumental fotografia / imagem como forma de embasar ações na produção e execução de políticas públicas, que possam acessar este complexo modo-de-ser-vida - comunidades rurais de famílias agrícolas ribeirinhas da Amazônia - de maneira mais específica e direcionada, garantindo melhor aplicabilidade e maior abrangência nos serviços oferecidos.

Palavras-chave: ruralidade; família agrícola ribeirinha; cultura; semiótica; linguagem; fotografia; ciências sociais.

Fazer Download

______________

 
Cleonice Meireles de Macedo

MEIO AMBIENTE NA PERCEPÇÃO DOS MORADORES DAS OCUPAÇÕES RIACHO DOCE E PANTANAL NA BACIA HIDROGRÁFICA DO IGARAPÉ TUCUNDUBA - BELÉM - PARÁ

Orientador(a): Profa. Dra. Olinda Rodrigues

Resumo: O trabalho apresenta o resultado de uma pesquisa realizada junto aos moradores das áreas ocupação Riacho Doce e Pantanal, localizadas à margem direita do igarapé Tucunduba, no Bairro do Guamá na cidade de Belém.  O interesse pela pesquisa se deve a observações cotidianas da prática profissional realizada junto aos mesmos em um projeto de intervenção urbanística com o  resgate do igarapé Tucunduba, garantindo a navegabilidade, oportunidade em que, observamos o grande interesse dos moradores  pelo meio ambiente, que se organizaram em um Comitê Ambiental para lutar em defesa do meio ambiente e por políticas públicas que garantisse a qualidade de vida dos mesmos. A abordagem utilizada foi à qualitativa por considerar a dinâmica social e a relação sujeito objeto. A coleta de dados foi através da pesquisa bibliográfica e documental, observação de campo, oficinas e grupo focal. Observou-se que o grande interesse pelos moradores pela temática ambiental está intimamente ligada à relação deles com o igarapé Tucunduba, tão importante para eles economicamente, culturalmente e historicamente.

Palavras-chave: Desenvolvimento. Urbanização. Meio ambiente. Igarapé Tucunduba.

Fazer Download

______________

 
Jerusa Matos da Silva

O SERVIÇO SOCIAL NA ESCOLA ESTADUAL DE ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO DEODORO DE MENDONÇA

Orientador(a): Profa. Dra. Nádia Socorro Fialho Nascimento

Resumo: O Serviço Social Escolar é a base que fundamenta esta Dissertação, a partir da pesquisa realizada na Escola Deodoro de Mendonça com a única profissional de Serviço Social que atua na Escola há 15 anos. Apresenta-se também questões interligadas à temática, tendo como base o referencial teórico exposto a partir das pesquisas bibliográficas efetivadas para o estudo, que expõem a compreensão das políticas públicas, dando ênfase à política de educação, além de pontuar as atribuições e ações do Serviço Social na área da educação. Dessa forma, os resultados do estudo de caso referente à atuação do Assistente Social na Escola Deodoro de Mendonça concluiu-se que no conjunto de atividades desempenhadas pelo Serviço Social no ambiente escolar, o Assistente Social possui atuação específica direcionada para o conjunto de ações previstas através de programações educativas e socializadoras, ou seja, a intervenção desse profissional ocorrem em contribuição ao que institui o Estatuto da Criança e do Adolescente (Lei nº 8.069, de 13/07/1990) e a Constituição Federal de 1988, que estabelece que é um dever da família, da sociedade e do Estado assegurar à criança e ao adolescente, com absoluta prioridade, o direito à vida, à saúde, à alimentação, à educação, ao lazer, à profissionalização, à cultura, à dignidade, ao respeito, à liberdade e à convivência familiar e comunitária.

Palavras-chave: Políticas Públicas; Educação; Serviço Social Escolar.

Fazer Download

______________

 
Liza Glaucilene Castelo Branco Barros

DESENVOLVIMENTO DE CIDADES: VERSO E REVERSO DA SUSTENTABILIDADE SÓCIO-AMBIENTAL NA BACIA HIDROGRÁFICA DO TUCUNDUBA EM BELÉM/PA

Orientador(a): Profa. Dra. Maria Elvira Rocha de Sá

Resumo: A presente dissertação discute os modelos de desenvolvimento adotados no Brasil, a partir de 1930, e a constituição do urbano na correlação de forças de diferentes agentes sociais, com repercussão na Amazônia, mais especificamente, no estado do Pará, município de Belém. A intervenção implementada pela Prefeitura Municipal de Belém, de 1997 a 2004, na Bacia Hidrográfica do Tucunduba, resultou no Plano de Desenvolvimento Local - Riacho Doce e Pantanal (PDL-RDP). Intervenção financiada pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) através da Caixa Econômica Federal. Na atualidade, constata-se a recorrência à crise ambiental nos debates sobre modelos de desenvolvimento, devido os impactos ambientais ocasionados em áreas urbanas e rurais de países centrais e periféricos, tanto no discurso propagado pelas agências multilaterais, como pelas Organizações Não-Governamentais (ONGs). Enquanto as ONGs buscam na sustentabilidade uma crença centrada nos sujeitos construtores do desenvolvimento e nas transformações das instituições, o Banco Mundial e o BID com a criação da Comissão Mundial sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento (CMMAD), incorpora no debate, a noção de desenvolvimento sustentável como um novo paradigma, que mescla crescimento econômico (eficiência econômica) com distribuição de renda (eqüidade) e preservação ambiental (prudência ecológica). Desse modo, a adjetivação “sustentável” revela uma disputa ideológica pelo real significado de suas expressões. A partir destes marcos teórico-históricos e empíricos foram apreendidas concepções formuladas sobre (in)sustentabilidade sócio-ambiental, tanto por pesquisadores que trabalham esta temática, como pelos líderes comunitários atingidos pela intervenção urbanística que resultou no PDL-RDP.

Palavras-chave: (in) Sustentabilidade Sócio-ambiental; Desenvolvimento; Intervenção Urbanística.

Fazer Download

______________

 
Maria Alice Martins de Souza

RESERVA EXTRATIVISTA MARINHA MÃE GRANDE: Permanência e mudança no trabalho do pescador artesanal, em Curuçá/PA

Orientador: Prof. Dr. Ariberto Venturini

Resumo: Este estudo insere-se no Projeto Populações Tradicionais Haliêuticas – impactos antrópicos, uso e gestão da biodiversidade em comunidades ribeirinhas e costeiras da Amazônia – RENAS Fase III, em seu Componente Número 1 que trata do estudo sobre patrimônios, usos, mudanças e manejo alternativo de conflitos na pesca, na região costeira do Pará. O objetivo deste estudo é identificar fatores de mudança e formas de preservação no contexto do espaço produtivo das populações pesqueiras tomando por base a comunidade de São João do Abade, no município de Curuçá. Na referida comunidade, procuramos pontuar as situações relacionadas às questões que envolvem o trabalho do pescador artesanal, da Zona Costeira do Estado do Pará. Para isso, tomou-se como fator interveniente a criação da Reserva Extrativista Marinha Mãe Grande, Unidade de Conservação do Sistema Nacional de Unidades de Conservação (SNUC) que a priori propõe garantir a sustentabilidade ambiental para uso das comunidades humanas. O que significa dizer que propõe a reapropriação de uso e a re-organização de espaços utilizáveis pelas comunidades locais, à medida que estabelece concretamente limites territoriais, incluindo o critério de extrativismo marinho. A revisão bibliográfica e documental utilizada para esta pesquisa foi realizada no Acervo Documental do Projeto RENAS, na Biblioteca do Museu Goeldi, em arquivos públicos, em Universidades, IBGE, IBAMA, SECTAM. Os dados coletados tiveram por base a observação direta, que nos possibilitou uma proximidade maior com os sujeitos da pesquisa e nos permitiu as ações dos mesmos em seu contexto natural (CHIZZOTTI, 2000); as entrevistas tiveram inicialmente um caráter aberto e não estruturado, para obtenção de informações preliminares, o que nos possibilitou uma maior flexibilidade de diálogo com os sujeitos do estudo (MELLO, 1995). Os registros fotográficos, também utilizados neste estudo, serviram como um aporte para a captação das nuances envolvidas nas falas dos sujeitos, bem como para a visualização das questões abordadas durante o trabalho de campo.

 

Palavras-chave: Pesca na Amazônia – Permanência e Mudança; Comunidades pesqueiras - Patrimônio ambiental; Reserva Extrativista Marinha Mãe Grande, Curuçá (PA).

Fazer Download

______________

 
Maria Helena Loureiro dos Santos

A IMPLANTAÇÃO DO SISTEMA SUAS E AS NOVAS DEMANDAS AOS ASSISTENTES SOCIAIS NO ESTADO DO PARÁ

Orientador(a): Profa. Dra. Maria José de Souza Barbosa

Resumo: Nos anos 90, com a institucionalização da Lei Orgânica da Assistência e mais recentemente, com regulamentação do SUAS há a necessidade de reordenamento institucional da política de assistência social institucionalizada como política pública, bem como, exigindo a expansão da rede de serviços que passa a incorporar novas demandas de descentralização e desconcentração desta política restrita ao meio urbano. A política de assistência social, por meio da construção do Sistema Único de Assistência Social – SUAS, exige novas habilidades ao profissional de serviço social à medida que traça um novo papel à esfera estadual, pois este deixa de executar diretamente os serviços sócioassistenciais, atribuição hoje de responsabilidade das municipalidades. Neste sentido, cabe ao Estado a coordenação, o monitoramento e a avaliação das ações, bem como, o co-financiamento de programas e projetos dirigidos às populações vulneráveis e com direitos violados. Nesta pesquisa procuramos entender como vem se dando a passagem da rede de serviços entre essas duas esferas de governo.

Palavras-chave: assistência social, municipalização e serviços sócioassistenciais.

Fazer Download

______________

 
Maria Luiza Nobre Lamarão

A CONSTITUIÇÃO DAS RELAÇÕES SOCIAIS DE PODER NO TRABALHO INFANTO-JUVENIL DOMÉSTICO: ESTUDO SOBRE ESTIGMA E SUBALTERNIDADE

Orientador: Prof. Dr. Carlos Alberto Batista Maciel

Resumo: Esta dissertação estuda a constituição das relações de poder e dominação no trabalho doméstico realizado por crianças e adolescentes que nasceram nas primeiras cinco décadas do século XX no Pará e em Estados vizinhos. Reflete sobre a inserção de crianças e adolescentes no trabalho doméstico como prática social naturalizada em processos históricos institucionalizadores e socializadores de atitudes de submissão que geraram subalternidade e estigma. A base empírica deste estudo foi formada por onze mulheres que passaram por essa experiência, por meio da recuperação e análise de suas histórias de vida. Os resultados obtidos permitem inferir que, em meio a situações ambíguas e contraditórias, o exercício do trabalho doméstico desde a infância favorece a formação e reafirmação de atitudes subalternizadas e estigmatizadas como expressão de violência simbólica no contexto da sociedade brasileira marcada pela desigualdade social, em particular da realidade do Estado do Pará.

Palavras-chave: Trabalho Infanto-juvenil Doméstico. Relações de Poder. Institucionalização. Dominação. Subalternidade. Estigma.

Fazer Download

______________

 
Nilzaléia da Silva Santos

A AFETIVIDADE E AUTORIDADE NA FAMÍLIA EM CONTEXTO DE INFRAÇÃO: UM ESTUDO SOBRE A FUNCAP

Orientador: Prof. Dr. Josep Pont Vidal

Resumo: Este estudo refere-se à análise da relação familiar do adolescente autor de ato infracional, em cumprimento de medida socioeducativa na FUNCAP, no ano de 2007, cujo objetivo consiste em identificar aspectos fortalecedores e/ou enfraquecedores das relações familiares estabelecidas nesse contexto de infração. A metodologia utilizada foi à técnica do grupo focal, que envolveu 10 (dez) famílias de adolescente autor de ato infracional, acompanhadas no Centro de Atenção a Família na instituição.  Os resultados apresentados apontam o aspecto sócio-econômico e sócio-afetivo como fatores preponderantes enquanto aspectos fortalecedores e/ou enfraquecedores, identificando as categorias autoridade e afetividade como elementos potencializador no fortalecimento dos vínculos familiares, principal base de apoio na construção de um novo projeto de vida do adolescente em cumprimento de medida socioeducativa.

 

Palavras-chave: Família. Ato infracional. Afetividade. Autoridade.

Fazer Download

______________

 
Risomar Ferreira de Souza

A FORMAÇÃO DO MERCADO DE TRABALHO LIVRE E SUAS ANOMALIAS NO ESTADO DO PARÁ

Orientador(a): Profa. Dra. Maria José de Souza Barbosa

Resumo: A dissertação intitulada “A Formação do Trabalho Livre e suas Anomalias no Estado do Pará” busca compreender a constituição do mercado de trabalho dependente na Amazônia, e, em particular, no Estado do Pará. Trata, por meio de análise da bibliografia existente e dos documentos históricos – como o Regimento das Missões, o Diretório de Índios e os Corpos de Trabalhadores - da discussão acerca do processo na passagem da sociedade colonial ao mpério Brasileiro nascente, e suas repercussões nas formas de trabalho no norte do Brasil. Neste universo, destacam-se as anomalias do processo histórico-social de ruptura da liberdade dos povos autóctones e o trabalho compulsório de trabalhadores livres como situações que diferem a liberação do trabalho na organização do capitalismo ascendente. Baseia-se, portanto, na própria trajetória de constituição da província do Grão-Pará, fazendo referência à relação de trabalho entre o nativo e o colonizador na Amazônia, apontando, ainda, para o debate a respeito da regulação do trabalho e do assujeitamento de trabalhadores através do sistema de aviamento nos seringais.

 

Palavras-chave: Mercado de Trabalho Dependente, Trabalho Livre, Anomalias do Trabalho no Pará.

Fazer Download

______________

 
Simão Hernan Bendayan

REESTRUTURAÇÃO ORGANIZACIONAL DA ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA DO ESTADO DO PARÁ: UM ESTUDO SOBRE O COMPROMETIMENTO DOS SEUS SERVIDORES NO DESEMPENHO DE SUAS ATIVIDADES PROFISSIONAIS

Orientador: Prof. Dr. Ariberto Venturini

Resumo: As constantes mudanças ambientais atuais têm afetado todo tipo de organização, specialmente as públicas. Novas necessidades da população aliadas aos desafios históricos têm levado os Estados a rever suas formas de atuação, o que causa impacto imediato sobre a maneira como estão organizados, principalmente a sua estrutura. Formalização, centralização e complexidade transformam-se, desta maneira, nas primeiras alterações no interior das organizações públicas como forma de reação às exigências de mudanças que o ambiente requer. Neste sentido, esta dissertação tem como objetivo analisar os impactos causados pelas mudanças na estrutura organizacional da Assembléia Legislativa do Estado do Pará sobre o comprometimento dos seus servidores no desempenho de suas atividades profissionais. É um estudo descritivo, de natureza quantitativa, com nível de análise organizacional e unidade de análise individual, cujos dados foram coletados através de questionário organizado em torno de uma escala de atitudes de cinco pontos que descrevia um continuum em que o limite inferior correspondia à avaliação “Discordo Completamente” e limite superior correspondente a “Concordo completamente”, com valor 5. Foi coletada uma amostra com margem de erro de 5% e nível de significância de 95%. Os resultados alcançados mostraram que a Assembléia Legislativa do Estado do Pará é uma organização composta por 50% de funcionários com menos de 11 anos de efetivo serviço e 49% de servidores que não fazem parte do quadro efetivo da organização; o comprometimento predominante é o normativo centrado na obrigação pelo desempenho; há a presença de comprometimento afiliativo, instrumental visando recompensas e oportunidades, instrumental a partir de linhas consistentes de atividades, do modelo desenvolvido por Medeiros (2003); não foi detectado impacto das mudanças na formalização, centralização e complexidade (diferenciação horizontal, diferenciação vertical e dispersão espacial) da organização sobre o comprometimento dos funcionários da organização analisada. A conclusão desta dissertação é que mudanças na estrutura da Assembléia Legislativa do Estado do Pará não afeta o comprometimento dos seus funcionários.

Palavras-chave: Mudanças Estruturais, estrutura organizacional, Comprometimento Organizacional, Assembléia Legislativa do Estado do Pará.

Fazer Download

______________

 


Copyright © 2017 Programa de Pós-Graduação em Serviço Social :: UFPA. Todos os direitos reservados.
Joomla! é um Software Livre com licença GNU/GPL v2.0.
Designed by Templatka.pl