Home Dissertações Defesas 2005
Alessandra Genú Pacheco

DISCURSOS ÉTICO-POLÍTICOS E IDEOLOGIA: Uma aproximação entre a Ética do Discurso em Habermas e o Serviço Social

Orientador: Prof. Dr. Erasmo Borges de Souza Filho

Resumo: A tese principal do presente trabalho é que a elucidação reconstrutiva da estrutura formal dos discursos prático-morais, levada a cabo por Haber-mas na sua “Ética do Discurso”, pode fornecer um ponto de partida teórico-crítico a partir do qual o assistente social seria capaz de fazer o diagnóstico e a desconstrução de discursos ético-políticos comunicativamente distorcidos (ideológicos) presentes nas diversas esferas institucionais de sua atuação profissional. O trabalho se dedica à sustentação dessa tese em quatro eta-pas: primeiro, elucida de modo histórico-evolutivo a conceitualização da “po-lítica” com que pretende trabalhar; em seguida, traz a descoberto os vínculos inevitáveis entre concepções e ações políticas e a práxis do Serviço Social; depois, caracteriza os discursos ético-políticos comunicativamente distorci-dos a que se pode chamar de “ideológicos”; e, por fim, trata do modo como uma crítica dos discursos ético-políticos ideológicos poderia ser levada a ca-bo pelo assistente social a partir do saber de fundo reconceitualizado e do ponto de vista moral providos pela Ética do Discurso.

Palavras-chave: Discurso Ético-Político, Ideologia, Teoria Crítica, Serviço Social.

Fazer download.

 
Sandra Shirlei Santana Maués

FEMINISMOS E POLÍTICAS GOVERNAMENTAIS: UM ESTUDO SOBRE O ALBERGUE EMANUELLE RENDEIRO DINIZ

Orientador(a): Prof.ª Dra. Maria Antônia Cardoso Nascimento.

Resumo: O estudo e a reflexão sobre a condição social de mulheres e homens não são recentes e tem avançado no sentido de buscar respostas para a desigualdade social entre os sexos, encontrando na história sua explicação, tendo como expoente a teoria do patriarcado a mais recentemente as análises de gênero que, a partir de uma abordagem relacional, visualiza as relações sociais de gênero como uma construção social pautada na desigualdade entre os sexos a partir da diferenciação biológica, hierarquizando-os e determinando os papéis sociais assimétricos que estigmatizam o ser homem e o ser mulher, dando aos primeiros a supremacia social, política, econômica e ideológica. Essas construções teóricas permitiram visualizar as diversas formas de violência às quais as mulheres são submetidas, compreendendo-as como violências de gênero. Dentre estas destaca-se a violência doméstica e sexual das quais são vítimas uma parcela significativa de mulheres e crianças do sexo feminino. Os movimentos feministas e os movimentos de mulheres têm lutado para desnaturalizar a construção social biologista chamando atenção para as formas específicas e particulares de interação entre homens e mulheres, cujo poder, a dominação e a resistência encontram eco. Os resultados da ação teórica e política desses movimentos têm se expressado em ações afirmativas governamentais e da sociedade a essa desigualdade social entre os sexos, para a alteração dessa situação, dentre elas, a construção de equipamentos sociais de combate e prevenção à violência doméstica e sexual, como, por exemplo, as casas-abrigo e as delegacias especializadas de atendimento à mulher. Mesmo reconhecendo a importância desses equipamentos faz-se necessário uma investigação em suas ações teórico-político-metodológicas para se verificar em que grau estão respondendo às proposições de gênero na perspectiva da simetria. Este trabalho coloca-se como um esforço de contribuição nesse sentido ao examinar uma das ações concretas de enfrentamento da violência – o Albergue Emanuelle Rendeiro Diniz - entendendo-o dentro dos limites postos às políticas governamentais brasileiras e belemenses.

Fazer Download

________________

 
Lauriene Barbosa de Araújo

DINÂMICA PORTUÁRIA E MOBILIDADE DA POPULAÇÃO RIBEIRINHA EM BELÉM

Orientador(a): Prof.ª Dra. Maria José de Souza Barbosa

Resumo: A mobilidade ribeirinha nos portos informais da orla de Belém se constitui como objeto deste trabalho, em busca de dar visibilidade para um modo de vida ribeirinha que persiste na contra face das metamorfoses urbanas, mostrando a importância da relação da população com o rio, especialmente, por meio das trocas (materiais e simbólicas) realizadas, quer pelo fluxo de mercadorias, quer pela movimentação de pessoas que atravessam os diversos rios amazônicos para o encontro com familiares e amigos e, para a garantia da sobrevivência que se faz pelo desenvolvimento de diversas atividades. Não obstante, para entender essa realidade, destaca-se o período da economia gomífera como um dos responsáveis pela urbanização da região amazônica, bem como, a inserção da cidade de Belém em redes que movimentam a produção do Estado do Pará com outros centros urbanos. Destaca-se a realização de pesquisa de campo com 19 trabalhadores do Porto do Sal, privilegiando-se a noção de território e lugar, cujo entendimento nos possibilitou uma aproximação à dinâmica dos pequenos portos, sobretudo, pela apreensão de elementos importantes da vida daqueles que fazem o dia-a-dia desses espaços importantes da cidade.

Palavras-chave: Porto informal. Cidade. Mobilidade. População ribeirinha.

Fazer Download

 

 
Tainã de Sá Porto

GÊNERO E SERVIÇO SOCIAL: ANÁLISE DOS TRABALHOS APRESENTADOS NOS ENCONTROS NACIONAIS DE PESQUISADORES EM SERVIÇO SOCIAL NO PERÍODO DE 2000 A 2012.

Orientador (a): Profa. Dra. Maria Antônia Cardoso Nascimento.

Resumo: Esta dissertação tem como objetivo conhecer o lugar que a discussão de gênero ocupa na produção de conhecimento do Serviço Social brasileiro nos últimos doze anos. Trata-se de um estudo de revisão da produção do Serviço Social, em que o trabalho de investigação se caracterizou pelo levantamento dos trabalhos publicados nos anais do ENPESS, nas modalidades comunicação oral e pôster, no período de 2000 a 2012. Como procedimento metodológico, realizou-se a leitura dos resumos e das palavras-chave, seguida pela classificação dos trabalhos em áreas temáticas. Na análise das comunicações foram considerados dois aspectos: o tratamento dado ao tema mulher e a categoria de gênero e a perspectiva teórica adotada no trabalho. Verificou-se que dos 3. 508 trabalhos apresentados, 267 se identificaram com a perspectiva de gênero e 154 trabalhos com a abordagem dos estudos sobre mulher. Ademais, as temáticas que mais articulam Mulher e Gênero são violência, trabalho, Serviço Social e família. Conclui-se que, na maioria das comunicações, mulher e gênero aparecem como sinônimos e a maioria refere-se as contribuições do “feminismo marxista.”

Palavras-Chave: Gênero. Serviço Social. ENPESS.

 

 


Copyright © 2017 Programa de Pós-Graduação em Serviço Social :: UFPA. Todos os direitos reservados.
Joomla! é um Software Livre com licença GNU/GPL v2.0.
Designed by Templatka.pl